ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

NOTÍCIAS Voltar >


Palestra sobre drogas foi proferida em Vila LângaroPalestra sobre drogas foi proferida em Vila Lângaro

Publicado em 27/11/2014, Por Assessoria de Imprensa

Realizou-se no dia 25 de novembro, no CTG Gentil Boeira, uma palestra com o tema: “Drogas: será que está tão longe da sua família?”. Inicialmente teve apresentação musical com dois peões do CTG, Artur Fortunato e Ronaldo Cechetti. Em seguida o prefeito Claudiocir Milani fez uso da palavra, ressaltando a importância do tema e a preocupação do Poder Público para que os pais tomem cuidados com seus filhos, orientando-os sobre suas companhias. Na primeira parte da palestra a psicóloga Daniela Dametto ressaltou o papel dos pais na construção dos filhos, quais as ferramentas para auxiliá-los e a importância da proximidade com eles. Ela fez com os pais, uma regressão da vida, imaginando como eram, antigamente, os jovens entre os 15 e 16 anos, e hoje como estão, nesta mesma faixa etária. Falou das expectativas que os pais têm em relação aos filhos, dos valores repassados pela família, da importância do limite, e de dizer não aos filhos. Os pais devem colocar responsabilidades e compromissos, além de dar um bom exemplo. Comentou ainda que, além de dar presentes, o mais importante é estar presente na vida dos filhos, repassando a eles valores morais. A Assistente Social Joseana Alves dos Santos iniciou sua participação veiculando um vídeo que mostrava a realidade de pessoas que entraram no mundo das drogas. Depois fez referência às drogas licitas (bebidas alcoólicas e cigarro) e ilícitas (cocaína, crack, maconha e ecstasy), pontuando sobre abuso, tolerância, deficiências físicas e psicológicas, síndrome da abstinência. Por outro lado Joseana colocou um ponto de interrogação na cabeça de cada um que assistiu a palestra. De que forma podemos contribuir para o futuro dos filhos? Ajudando para que eles tenham uma autoestima, não tendo medo de dizer não aos filhos, e passando um exemplo positivo. Disse que não devemos dar o peixe e sim ensinar a pescar. A plateia, formada por autoridades municipais, professores, pais e alunos das redes municipais e estadual de ensino, questionou bastante, demonstrando preocupação com o tema abordado. Na oportunidade um ex-drogado da cidade de Ronda Alta deu seu depoimento pessoal acerca da dependência de álcool e drogas. Falou das 08 internações que teve e ressaltou a importância da família, da afetividade e da espiritualidade. Para finalizar foram exibidas imagens dos efeitos das drogas nas pessoas.




Compartilhar: FACEBOOK