ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

NOTÍCIAS Voltar >


Leitura se incentiva desde cedoLeitura se incentiva desde cedo

Publicado em 16/07/2014, Por Assessoria de Imprensa

Segundo a Secretária Municipal de Educação de Vila Lângaro, Jaqueline Aparecida Seidler, formar leitores é uma tarefa que começa antes mesmo da alfabetização e se estende por toda a vida e descreve. A leitura constitui-se em uma atividade de reflexão e uma forma de expandir os horizontes. Tal hábito deve ser como uma pequena semente plantada e cuidada desde cedo no seio familiar até o ingresso na escola, tornando-se assim a responsabilidade de pais e professores essencial nesse processo de aquisição e hábito pela leitura, como motivação ao desenvolvimento e crescimento intelectual do sujeito leitor. Se quisermos que os adultos do futuro sejam pessoas criativas, sensíveis e desembaraçadas, temos que oferecer bons livros às crianças, desde cedo. Precisamos fazer deles passaportes certos para um voo que pode repercutir a vida inteira. Somos autores e personagens numa mistura tão homogênea que é difícil distinguir quem é quem. Afinal, a aprendizagem pessoal e coletiva se dá, em grande parte, através da transmissão de conhecimentos, daí a necessidade do incentivo dos adultos, seja na família, seja na escola. Neste caso a criança recebe bem mais do que livros; recebe uma injeção de ânimo, uma atenção, um carinho quando levamos as crianças a fazerem leitura daquilo que veem, mesmo sem saber ler. É preciso fazer com que nossas crianças criem, imaginem, pensem. A pesar de a família exercer uma grande influência na educação dos filhos falta um pouco mais de participação neste importante processo. No que tange ao acompanhamento da educação e no incentivo adequado às crianças a criarem o hábito de ler, não adianta apenas a escola incentivar a leitura se a própria família não o faz, sendo ela, a principal responsável pelo primeiro contato com a aprendizagem. Afinal, o hábito da leitura não é uma coisa que se aprende instantaneamente, requer muito esforço, incentivo, motivação e se processa em longo prazo. Esse é um desafio que pais e educadores devem tomar para si.




Compartilhar: FACEBOOK