ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

NOTÍCIAS Voltar >


Emater realiza reunião da Chamada Pública do LeiteEmater realiza reunião da Chamada Pública do Leite

Publicado em 16/06/2014, Por Assessoria de Imprensa

O escritório da ASCAR/Emater-RS de Vila Lângaro, realizou no dia 11 de junho, no CTG Gentil Boeira, uma reunião para tratar sobre o Diagnóstico Rural Participativo da Chamada Pública do Leite. A extensionista rural, engenheira agrônoma Lilian Cris Dallagnol conduziu os trabalhos. Pela manhã, ela esclareceu o que é Chamada Pública do Leite, que se trata um programa de prestação de serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER, destinado aos agricultores familiares que produzem até 100 litros de leite por dia, e que são portadores de Declaração de Aptidão ao Pronaf – DAP, compreendendo o planejamento, a execução e a avaliação de atividades individuais e coletivas, com vistas ao desenvolvimento sustentável das Unidades de Produção Familiar nas bacias leiteiras. O eixo estratégico do programa baseia-se na: Organização da produção e dos agricultores; Gestão da atividade e da unidade de produção familiar; Aumento da produtividade; Melhoria da qualidade do produto; e Comercialização. Lilian explicou os critérios de seleção dos beneficiários, como será trabalhado e o cronograma de atividades. Outro tema abordado foi o sistema de irrigação e de açudes, onde apresentou-se aos participantes os programas que o governo oferece para instalação dos mesmos. Como acontece o fluxo desses projetos e quais os subsídios que o Estado oferece. À tarde, foi explanado a respeito do Novo Código Florestal Brasileiro. Quais as mudanças e sua implicação nas pequenas propriedades rurais, sobre as adequações que deverão ser feitas, quanto ao Cadastro Ambiental Rural – CAR; as penalidades para quem infringir a lei; e licenças para construção de açudes e irrigação. Referente ao diagnóstico participativo da situação da atividade leiteira entre os beneficiários formou-se 04 grupos. Cada um discutiu sobre um assunto diferente voltado a atividade leiteira: Potencialidade; Fraquezas; Oportunidades; e Ameaças. Após houve um debate, visando esclarecer quais problemas precisam ser prioritariamente trabalhados e resolvidos; quais os pontos fortes de cada propriedade que devem ser valorizados; quais oportunidades que o ambiente externo proporciona; bem como, quais as ameaças. No encerramento teve uma confraternização entre os participantes.




Compartilhar: FACEBOOK